h1

Sobre Retas Paralelas – A Geometria do Amor

junho 18, 2009

Todo mundo, um dia, já ouviu falar que as retas paralelas se cruzam no infinito. Eu inclusive, já acreditei nisso. Sempre usavam como exemplo as viagens que fazemos por rodovias retas. Lá na frente, parece mesmo que elas vão se cruzar, mesmo sabendo que viajando de São Paulo para Goiás, podemos dormir por horas no carro e estaremos perfeitamente seguros, como estávamos antes de cochilar.

Retas paralelas têm a mesma inclinação e podemos passar uma reta perpendicular as duas ao mesmo tempo. Não sei se essa é a definição exata de retas paralelas, mas isso já basta para que você me compreenda.

Quero falar de pessoas e de inclinações. Você, com certeza já ouviu máximas como “dois bicudos não se bicam” e sua mãe já deve ter te dado conselhos sobre procurar uma pessoa que é diferente de você usando aquele velho argumento de que um deve completar o outro e que se você e o seu parceiro fossem muito parecidos a vida seria monótona, sem emoção. Acontece que, teimosos como somos, insistimos em procurar aqueles que mais combinam com o nosso perfil, que goste das mesmas coisas, e acreditamos fortemente que um dia iremos encontrar.  Ou seja, procuramos pessoas com a mesma inclinação e insistimos que mesmo que demore, um dia vamos “cruzar” com uma delas por aí. Se você pensa assim, sinto muito, mas tenho uma péssima notícia: A geometria proíbe.

Quê? O que a geometria tem a ver com a minha vida?

Calma, calma. Eu explico.

Imaginemos que em um determinado ponto no espaço, as retas se cruzam. Você finalmente encontrou quem procurava. Portanto, há um ângulo maior que zero, entre vocês. Certo? Peguemos agora, uma reta, aquela que é perpendicular a você e a outra pessoa. Agora, some os ângulos do interior do triângulo formado.

Opa… Como assim? Deu maior que 180 graus.

Pois é, isso é um Absurdo. Logo, não insista. Não vale a pena ficar esperando aquela pessoa que gosta dos mesmos filmes que você, que tem a mesma personalidade e que tem opiniões similares porque simplesmente as coisas não vão dar certo.  Nem que demore muito, nem no infinito, você vai conseguir “cruzar” com essa pessoa, já que, como eu disse, a geometria proíbe.

Anúncios

24 comentários

  1. Gostei das metáforas.
    Bem escrito.

    Aguardo sua visita:
    http://menumulher.wordpress.com/


  2. Muitissimo interessante a analogia Srta! Parabéns pela abordagem…
    E olha, o importante mesmo são as afinidades, a quimica de cheiros, o olhar nocauteador… o resto é adaptativo! rsrs Ceder para saber sua hora de cobrar e assim por diante… : )


  3. Hahaha, muito bom.
    Nunca tinha pensado no amor por este ‘angulo’.
    Adorei seu texto, sua forma de escrever e tenho que dizer que prefiro seu um hexágono, é mais fácil de uma reta cruzar com a outra.
    Reta? Aresta?
    Nem me lembro mais… ah, deixa pra lá.

    Entre e comente

    http://aindamaisestorias.blogspot.com
    ou
    http://estoriasmediocres1.blogspot.com

    E paricipe da promoção e concorra ao livro
    Guantanamo Boy.

    http://blogcafeexpresso.blogspot.com/2009/06/quer-ganhar-o-livro-guantanamo-boy.html


  4. eu tb achei muito interssante .. e ianda penso .. oq for pra ser vair .. não importa como nem quando .. rsrs ..

    abç.


  5. O amor tem seus mistérios e suas particularidades, adoro estes textos pois eu leio com minha namorada e ficamos comparando com nosso relacionamento e esse será mais um para nossas conversas, um casal deve conversar bastante e quanto mais gostos parecidos entre os dois, mais chance do relacionamento dar certo.

    Gostei bastante, parabéns pela análise

    BLOGdoRUBINHO
    http://www.blogdorubinho.cjb.net


  6. Oi, Melke!

    Pois é…a “matemática” e a “geometria” do amor são complicadas. Até porque o assunto (amor) não é exato.

    Porque eu penso da seguinte forma: quando as pessoas relacionam-se muitas vezes mergulham neste relacionamento um tanto “iludidas” com a questão do “100%”. Não existe totalidade de gostos, de virtudes e defeitos. Quando a pessoa se relaciona com outra leva não apenas o encanto, o olhar, o sorriso, as virtudes, e sim o “pacote completo”, com os defeitos, as manias e as vontades e desejos.

    E aí é que está o “x” da questão, matematicamente falando…as vontades e desejos.

    Porque todos tem que ter seu espaço. Quem tentar aprisionar o(a) parceiro(a) ou submetê-lo totalmente às suas vontades estará cometendo um terrível erro.

    Há de existir equilíbrio nas relações, é o fundamental.

    abs!


  7. VOCÊ É ÚNICO PQ É VOCÊ
    Não existe ninguem igual…podemos encontrar pessoas que compartilham de determinados assuntos e gostos mas não em tudo.
    O que importa é a frequencia e a harmonia que vc vive com a pessoa que se relaciona.


  8. Bastante interessante. Nunca havia ouvido falar sobre essa geometria. Eu acredito que os opostos se atraiem e os semelhantes se repelem, porém, há certas exceções…

    http://cerebro-musical.blogspot.com


  9. Querida amiga avassaladora…
    O problema basico é uqe não há regras, nem jurisprudencia, nem leis da fisica ou quimica ou matematica ou geometria que ajudem a encontrar qualquer que seja o angulo certo… a pessoa certa.
    Sucesso!


  10. agora complicou de vez o amor rsrsr..agora chara a pessoa certa vai demorar rsrsrs….


  11. hehehe legal viu 😀
    me fez pensar!
    Abração do Saci!!


  12. Otimo post.

    Eu não poderia passar sem dar minha opinião, e acho que nesses casos, a matemática é fantastica teoricamente falando. Porém, somos seres voluveis e em costante mutação. Sendo assim, a matemática não se aplicaria de uma forma tão simples.

    Adorei o tema. Parabéns.

    Bjos


  13. Curti muito o post e o blog! =D

    Entrei naquele tópico do Orkut (Comente o blog acima, hehe) e pensei: “ah, vai que eu dou sorte e tem uma pessoa super legal antes e depois!”

    Sabe que seu template é o mesmo que o meu? Achei uma coincidência divertida. Bom sinal, eu diria…

    Aparecerei por aqui mais vezes, viu? Você escreve muito bem, gostei mesmo.

    Beijão!


  14. O que a geometria proíbe, a física (do amor) permite. =)

    Gostei da comparação que fez, mas discordo quando diz que é impossível. É _quase_ impossível.

    Bom que pra mim não tem dessa de procurar alguém específico. Sou muito de olhar e me apaixonar de vez ou então num curto período de tempo. Dizem que não existe amor à primeira vista e sim amor com o tempo. Eu sou da corrente que diz que sim, há amor à primeira vista e o tempo é que prova isso.


  15. Olá, Melke!
    Seu blog é muito bom! Adorei!
    Obrigada por visitar o meu.
    Respondendo a pergunta… Eu ainda não sou Física… Estou terminando Ciências Contábeis. Porém sou aspirante a Astronomia… Aqueles chamados Astrônomos Amadores… Só que estou mais pra Astrônoma Amadora Teórica… Porque leio muito sobre o assunto, tenho livros do Carl Sagan, aliás, foi um grande físico…
    Mas Física é um dos grandes objetivos, junto com Astronomia. Rumo a eles!
    Bjos!


  16. gostei muito do post, apesar de não concordar muito. sempre que dou certo com alguém, é porque temos pelo menos algo muito em comum… não tenho muita paciencia pra lidar com ‘diferentes’, e creio que nem eles comigo.
    ps.: obrigada por me linkar aqui! =)
    beijos.


  17. Ah não!!! vc acabou de destruir todos os meus sonhos, kkkkk.
    Eu qria mto encontrar alguém q curta as mesmas coisas q eu, mas tudo vou superar essa decepção.
    Vim aqui pra dizer q adorei teu blog, vou seguir certo.
    E vc como me achou? Adorei sua visita!!!
    Bjusss!!!


  18. sem fazer trocadilhos, mas é tudo questão de ponto de vista.
    rs
    até pq, as pessoas tendem a idealizar o par.
    e não ser prática.
    paciente.
    parceira.
    amiga.

    por isso que os relacionamentos duram 15 minutos…
    ficar. e nada mais.

    http://martonolympio.blogspot.com/
    🙂


  19. complexo e brilhante reflexão!

    ADOREI guria!


  20. Ótimo texto. Em breve voltarei para ler mais. E obrigada pla visita a meu blog. Gde bjo!


  21. ”você são uns inuteis”””


    • Poxa, você não quer que eu responda aqui em público, quer? rs


  22. Começou bem, mas achei o fim vazio demais. Como o infinito ao qual se refere: o infinito das possibilidades.


  23. AHHNNNNN??????????????????



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: